Nuno Pereira foi hoje convidado de Júlia Pinheiro. O conhecido jornalista da SIC lembrou um dos episódios mais marcantes da sua infância, nomeadamente quando sofreu graves queimaduras na cara após um acidente com uma lareira.

"Tive 17 dias internado, só tinha uma visita de uma hora por dia, presencial - ou o meu pai ou a minha mãe. Dos 17 dias devo ter chorado 15, de dia e de noite, sempre a chorar", relata, notando que se lembra de tudo.

Entretanto, recorda como aconteceu o acidente: "Fui acender a lareira [...] aquilo não estava a pegar - o meu pai estava do lado de fora da casa - fui fazer aquilo sozinho sem dizer nada a ninguém. Quando fui pôr um bocadinho de álcool ficou um bocadinho de chama debaixo da lenha e eu não vi. Meti a cabeça dentro da lareira e quando aquilo [frasco do álcool] tocou na chama explodiu e ardeu a minha cara".

"O meu pai ouviu os gritos, entrou na sala e apagou o meu cabelo com o cortinado. A pele da minha cara derreteu e ficou colada às mãos. Foi um trauma muito grande", destaca.

O jornalista conta que esta foi a primeira vez que dormiu fora de casa, o que ainda o marcou mais.

Veja o relato completo.

Leia Também: Manuel Luís Goucha recorda entrevista a Tony Carreira: "Nem dormi"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.