O namorado de George Michael usou a sua conta no Twitter para informar os seguidores que irá vender objetos pessoais que pertenciam ao músico. Conforme o próprio Fadi Fawaz já confirmou, neste momento encontra-se a passar por sérias dificuldades financeiras, na medida em que não teve acesso à fortuna do companheiro, que morreu há dois anos.

Ainda a morar na casa que dividia com George Michael, Fawaz informou: “Pertences do George Michael à venda, caso tenham interesse, por favor, avisem-me”.

“É uma maneira para que eu possa sobreviver até solucionar os problemas com a família dele e o advogado”, justificou, acrescentando: “Fui deixado sem ajuda nenhuma e já ninguém é humano. Cansei de ser respeitoso em relação ao George Michael e tudo o resto…Vou lutar pelo meu direito com o George Michael até ao fim da minha vida. E não, não vou arranjar um emprego”, declarou na rede social.

Esta decisão surge pouco tempo depois de o cabeleireiro confessar no mesmo espaço virtual que chegaram a querer confiscar os móveis que tinha em casa por não conseguir pagar uma dívida no valor de 513 libras, aproximadamente, 594 euros.

Em resposta, os familiares do músico alegam que os dois já estavam separados desde 2015, e que por isso, Fadi não teria direito a nenhuma parte do testamento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.