Recentemente, um jornalista italiano, Marco Brancaccia, foi acusado de perseguir a mulher de Colin Firth, Livia Giuggioli.

Depois de ter sido adiantado que o casal de Hollywood fez queixa às autoridades, agora a imprensa internacional avança com novas declarações da mulher do ator, onde esta admite que teve um caso com Brancaccia

De acordo com o The Times, o jornalista é amigo de infância da mulher de Firth. Juntos desde 1997, o ator e a produtora têm dois filhos em comum – Matteo, de 14 anos, e Luca, de 16 - e foi durante o tempo em que o casal esteve separado que Livia traiu o marido, entre julho de 2015 e junho de 2016.

O casal acusou o jornalista de ter enviado mensagens e feito chamadas ameaçadoras depois do caso ter chegado ao fim. Declarações que foram negadas por Marco Brancaccia, que afirma que não “perseguiu” o casal.

“A minha ‘perseguição’ foram duas mensagens via WhatsApp depois de ela ter terminado a nossa relação em junho de 2016 e um e-mail. Escrevi um e-mail ao Colin sobre o meu caso com Livia, que agora arrependo-me de ter enviado, e ela apresentou uma queixa contra mim com medo de eu divulgar o que sei sobre o seu casamento e trabalho”, argumentou, como adianta a Fox News

Neste momento, a polícia está a investigar o caso e apreendeu o telefone e computador do jornalista.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.