Foi durante uma emissão do programa de televisão norte-americano "Watch what happens live with Andy Cohen" que a atriz norte-americana Jane Fonda surpreendeu a audiência com uma confissão inusitada. "O Michael [Jackson] morou comigo durante uma semana em 1981", revelou a artista de 82 anos, que na altura tinha 44 e estava a gravar "A casa do lago", onde contracenava com a atriz Katharine Hepburn, com os atores Doug McKeon e Dabney Coleman e com o pai, Henry Fonda.

O cantor, compositor, produtor discográfico e bailarino tinha, então, 23 anos e estava longe da imagem pública que, décadas depois, viria a ter. "Ficámos a conhecer-nos muito bem e pareceu-me uma pessoa muito interessante. Chegámos, uma vez, a nadar os dois nus", confidenciou Jane Fonda, sem todavia adiantar mais pormenores. Nessa altura, o artista, que pode recordar de seguida, compunha, gravava e produzia "Thriller", aquele que viria a ser um dos seus discos de maior sucesso global.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.