Meghan Markle decidiu colocar 'os pontos nos is'. A duquesa de Sussex acusou o Mail on Sunday de organizar um campanha de histórias "falsas" contra ela. Estas informações são agora reveladas com base em documentos de tribunal a que a imprensa internacional teve acesso, neste caso o website Byline.

Os advogados de Meghan garantem que a publicação em causa ocultou passagens da carta escrita por ela ao pai com o objetivo de a retratarem "negativamente".

Para além disso terão divulgado informações falsas sobre a renovação da Frogmore Cottage, onde o casal vive atualmente. Na altura referiu-se que os duques instalaram uma banheira de hidromassagem, um estúdio de yoga, um campo de ténis, entre outros aspetos que se dizem agora não corresponderem à verdade.

O chá de bebé organizado pelas amigas de Meghan também terá sido pretexto para outras invenções, alega-se. Ao contrário do que foi referido na altura não se gastou 300 mil dólares e apenas 15 pessoas terão estado presentes, sendo que nenhuma delas terá sido a mãe de Markle, Doria Ragland.

Recorde-se que no passado mês de outubro a equipa de defesa da mulher do príncipe Harry entrou com uma ação em tribunal com o Mail on Sunday e a empresa por este responsável por alegadamente, divulgar informações de foro privado.

Leia Também: Meghan Markle ainda não obteve a cidadania britânica

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.