Meghan Markle terá contratado uma empresa de relações públicas especializada em gestão de crises com o objetivo de melhorar a sua imagem perante o público, depois das sucessivas polémicas em que se viu envolvida.

Segundo o jornal britânico Daily Mail, que é quem adianta a notícia, a empresa em questão já trabalhou com casos bem complicados, como por exemplo Harvey Weinstein, acusado de abuso sexual por dezenas de mulheres de Hollywood, no âmbito do movimento #metoo.

Desta forma, a duquesa de Sussex contará com a preciosa ajuda da Sunshine Sachs, uma vez que a opinião positiva que o público tinha no início do seu relacionamento com Harry já não se verifica.

Esta decisão de Markle é igualmente uma quebra de protocolo, não só porque a empresa está sediada em Nova Iorque, mas também porque a duquesa negou assim a ajuda dos próprios conselheiros do palácio.

Recorde-se que a imagem de Meghan foi prejudicada devido a várias controvérsias. Entre elas conta-se, por exemplo, a polémica relativa às suas viagens em aviões privados, bem como as sucessivas quebras de protocolo em nome da privacidade.

Para além disso, os rumores relativamente à má relação com Kate Middleton também não ajudaram.

A título de curiosidade, a firma em questão já trabalhou com nomes como Natalie Portman, Ben Affleck, Bon Jovi, Aerosmith, Leonardo DiCaprio, Jennifer Lopez e Snoop Dogg.

Leia Também: Príncipe Harry responde a críticas por deslocar-se num avião privado

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.