A mãe de Jay-Z, Gloria Carter, não se apercebeu do impacto que teve na vida do filho quando decidiu assumir que era lésbica. A mãe do rapper de 48 anos recebeu uma distinção nos New York's 2018 GLAAD Media Awards, que aconteceram no passado sábado, dia 6. Foi nesta ocasião que Gloria abordou o assunto, falando do dueto do filho ‘Smile’ que “inspirou” outros membros da comunidade LGBT a contar a sua história.

Gloria referiu que se identificou como uma mulher lésbica quando surgiu este mesmo dueto, que celebra a sexualidade. “Não me apercebi de quantas vidas tocamos. Fico tão contente por inspirar pessoas”, afirmou durante uma entrevista à revista People.

Depois de aceitar o prémio, Gloria fez um discurso no qual agradeceu à família, referindo: “Aceito com orgulho e alegria em nome do meu filho e de mim”, sublinhou. “Obrigada à minha família por me amarem incondicionalmente, independentemente das circunstâncias. Obrigada à minha companheira, por me amar e me ajudar a ser livre das sombras. Obrigada a vocês, a todas as vidas que toquei, pelo vosso apoio, por apenas dizer a verdade”, sublinhou.

Entretanto, recordou: “Para mim, esta é a primeira vez que falo com alguém acerca de quem eu sou realmente. O meu filho chorou e eu disse ‘tem sido horrível manter isto em segredo por tanto tempo’. A minha vida não era má, escolhi proteger a minha família da ignorância. Era feliz, mas não era livre”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.