O rapper Kanye West ameaçou Kim Kardashian com o divórcio há cerca de um mês e meio. A revelação acaba de ser feita pela revista norte-americana InTouch Weekly. De acordo com a publicação, tudo aconteceu depois do assalto de que a famosa socialite foi vítima em Paris, capital da França. Na altura, a mulher do autor de êxitos como «Stronger» e «Heartless» ficou furiosa por o marido ter despedido o guarda-costas Pascal Duvier sem o seu consentimento e confrontou-o.

A discussão, que a revista descreve como «acalorada», ocorreu depois da chegada da estrela do reality show «Keeping Up with the Kardashians» aos Estados Unidos da América depois do incidente. «O Kanye reuniu a família e disse que achava que o Pascal não tinha feito o seu trabalho», revelou uma fonte próxima da família à publicação. «A Kim passou-se. Começou a chorar e a gritar que queria que o Pascal ficasse», pode ler-se ainda.

As lágrimas da celebridade norte-americana não demoveram o pai dos seus dois filhos, North de 3 anos e Saint West de apenas 11 meses. «Ele ameaçou que a deixava e que levava as crianças se ela não fizesse as coisas como ele quer daqui para a frente», afirma a mesma fonte. «A Kim gosta de passar a imagem que ela é que toma as decisões todas mas, na realidade, o Kanye é que decide o que ela veste, onde jantam e que amigas é que ela tem o direito a ver», afirma a revista.

Kanye West ameaça divorciar-se de Kim Kardashian

Texto: Luis Batista Gonçalves com Harper's Bazaar e Facebook (fotografias)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.