Júlia Pinheiro abriu o coração numa entrevista que deu ao marido, Rui Pêgo, e que foi transmitida no seu programa na SIC.

Questionada sobre a fase mais difícil pela qual a família de ambos passou, a apresentadora lembrou a luta das filhas gémeas contra a anorexia nervosa.

"As dificuldades com a doença das gémeas, naturalmente, foi um momento tormentoso em que todas as certezas desabam, em que é preciso crescermos para o momento e encontrar os instrumentos e as armas para defrontar uma doença que à época, e estamos a falar há 15 anos, embora tivesse a obrigação de saber muita coisa sobre o assunto, de facto não sabia. Até entendermos o sítio onde estávamos e o que vinha pela frente foi complicado", lembra.

"Um filho em sofrimento é insuportável, é romper… e rompeu. Acho que até hoje nunca parei o suficiente para perceber o que é que senti naquele momento, para além da urgência de resolver. A única coisa que fizemos nos últimos 15 anos foi ajudar e resolver", sublinha.

Por fim, nota: "Resolveu-se, em certa medida porque esta doença é crónica, mas foi muito difícil".

Veja o momento.

Leia Também: Júlia Pinheiro quando conheceu o marido: "Foste muito desagradável"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.