Num pequeno vídeo que publicou na sua página de Instagram, José Castelo Branco agradeceu todo o carinho que tem recebido e contou que a mulher, Betty Grafstein, "já está bem melhor". Mas não ficou por aqui e partilhou de seguida um episódio menos bom.

O socialite diz que foi "corrido" do hospital, referindo que os seguranças do hospital foram chamados e também a polícia. "Ia sendo presa".

"Aqui nesta terra não se brinca em serviço, e ainda falam mal da nossa polícia portuguesa. Se soubessem como é a polícia americana vocês morriam", acrescentou.

Sobre as regras do hospital, José Castelo Branco explicou que por causa da Covid-19 não podem estar duas pessoas ao lado de Betty.

"Para o filho da Betty poder subir foi uma especial atenção e só pode estar aqui 10/15 minutos, não podem estar duas pessoas. [...] Aqui ninguém entra, ninguém sobe sem mostrar as vacinas, sem fazer o teste rápido. Um horror. Ontem fui obrigado a deixar a Betty e de tal forma fiquei perturbado que acabei por fazer xixi na cama. Quando adormeci sozinho, fiquei cheia de medo, tão traumatizada. Quando o polícia me agarrou pelas mãos a atirar as minhas Louboutin como se fossem lixo para o meio da rua, senti-me completamente escorraçada", relatou.

Mas não ficou por aqui e voltou a falar sobre o sucedido num novo direto que fez na mesma rede social, lembrando também a queda de Betty que a levou a ser hospitalizada de novo.

De lembrar que Betty caiu em cima de José Castelo Branco e magoou-se na perna. Na altura foi levada para o hospital, mas precisou de ser hospitalizada com uma inflamação. A celebridade deverá ter alta esta segunda-feira.

Leia Também: José Castelo Branco no hospital com Betty Grafstein

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.