Vítima de atropelamento na segunda-feira à noite, dia 21, João Nabais mantém-se internado com fraturas múltiplas no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, mas está com a moral em alta.

“Ele está bem, optimista e bem-disposto como sempre foi seu apanágio", disse esta manhã a SapoFama uma fonte do escritório do mediático advogado.

Familiares que o visitaram ontem à tarde ficaram a saber que João Nabais não terá de ser submetido a qualquer intervenção cirúrgica.

O advogado desconhece, porém, quando irá ter alta. O atropelamento provocou-lhe diversas fraturas, que o obrigarão a ficar imobilizado por tempo indeterminado. “Fraturou duas costelas, a anca, o perónio e foi suturado na cabeça”, revelou a fonte acima referida.

João Nabais foi atropelado por volta das 23h30, de segunda-feira, ao quilómetro 200 da A1, entre os nós da Mealhada e Coimbra-Norte. O advogado vinha do Porto e ia pernoitar em Coimbra, onde iria ter um julgamento na terça-feira de manhã.

O advogado, de 57 anos, acabou por se despistar, tendo ido embater no separador do lado direito, numa altura em chovia com intensidade e caia granizo.

Na altura em que saía do carro acidentado para colocar o triângulo de sinalização, João Nabais foi atropelado por um Audi A4. No total, estiveram envolvidas no desastre quatro viaturas: uma primeira, que se despistou antes do automóvel de João Nabais, a do advogado, o Audi A4 e um quarto veículo, que perdeu o controlo a seguir ao atropelamento.

Assistido no Hospital da Universidade de Coimbra, o advogado foi transferido ontem, pelas 11h30, para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.