Em confinamento em casa por causa da pandemia de COVID-19 que assola o país, Iva Lamarão desespera. "Tenho aproveitado para escrever, ler, atualizar o meu blogue, treinar, ver as notícias... Também já aspirei a casa e cheguei ao cúmulo de ir limpar pequenas manchinhas que tenho na parede, aquelas coisas mínimas em que nunca reparamos", desabafou a apresentadora de televisão em declarações à edição desta semana da revista TV Guia.

Longe dos pais e da irmã, que residem em Ovar, onde foi decretado o estado de calamidade por causa do surto de coronavírus, a colaboradora da SIC de 37 anos está também sem a cadela que lhe faz companhia habitualmente. "Custa mais passar por isto quando estamos longe dos que mais amamos", garante. "Temos [lá] uma casa maior, com espaço ao ar livre e seria mais fácil fazer a quarentena lá. Estou morta para ir ter com eles", assume Iva Lamarão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.