Depois de Nick Carter, a irmã gémea de Aaron, Angel Conrad, também pediu uma ordem de restrição contra o artista.

De acordo com o TMZ, Angel entrou com os documentos legais na sexta-feira, dia 20 de setembro, em Los Angeles, para uma ordem de restrição por violência doméstica. Pedido que foi concedido pelo juiz.

O site teve acesso aos documentos e neles Angel diz que no dia 5 de setembro Aaron lhe ligou e disse que "tinha pessoas que iriam até ela para magoá-la".

Além disso, a irmã gémea do artista refere-se ainda ao facto de Aaron ter vindo a exibir as suas armas nas redes sociais, levando-a a temer pela sua própria vida, assim como a do marido e da filha.

Além da ordem exigir que o músico fique a mais de 100 metros de Angel e da sua família, o artista não pode publicar nada nas redes sociais sobre eles, incluindo ameaças ou armas.

Leia Também: Aaron Carter confessa que foi violado pela irmã entre os 10 e 13 anos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.