Harry e Meghan vão deixar de poder usar os títulos reais, deixando por isso de receber fundos públicos pelas atividades reais, noticia a BBC, citando fontes do Palácio de Buckingham.

Assim, o casal deixará formalmente de representar a Rainha.

A informação surge depois de Harry e Meghan terem anunciado que se queriam afastar da família real, pretendendo tornarem-se independentes a nível financeiro.

A Rainha, que entretanto emitiu um comunicado, refere que após "muitos meses de conversas e discussões mais recentes",  ficou "satisfeita" por terem "encontrado juntos um caminho construtivo e solidário para o meu neto e família".

"Harry, Meghan e Archie  serão sempre muito amados pela família", sublinha, reconhecendo os desafios que o casal enfrentou "como resultado de intenso escrutínio nos últimos dois anos" e apoiando seu desejo de uma vida mais independente.

O acordo entre as partes entra em vigor a partir da primavera deste ano.

Recorde-se que, de acordo com um comunicado oficial divulgado pela Casa Real, a 13 de janeiro, logo após à reunião que envolveu os membros da família real, a mesma tinha sido "muito construtiva", revelando que o casal não pretendia "depender de fundos públicos" para a sua vida futura.

"Foi acordado que existirá um período de transição no qual os Sussex vão passar tempo entre o Canadá e o Reino Unido", podia ler-se ainda sobre o encontro que terá contado com a participação de Meghan Markle via telefone.

Aquando da sua decisão de afastamento, os duques de Sussex disseram que queriam continuar "a apoiar a rainha" - isto é, poderiam representá-la em eventos oficiais ou viagens internacionais -, mas, ao mesmo tempo, deixar o sistema oficial de cobertura dos média, dividir o seu tempo entre o Reino Unido e a América do Norte e procurar "independência financeira ".

Perguntas ainda sem resposta

De acordo com os meios de comunicação britânicos, há ainda, no entanto, algumas questões que permanecem sem resposta, nomeadamente qual o estatuto que o casal vai ter em termos de impostos e de imigração, uma vez que é sua intenção dividir o tempo entre o Canadá e o Reino Unido.

Segundo a BBC, a Casa Real também ainda não esclareceu sobre a intenção, ou não, de Meghan conseguir a cidadania britânica, o que a obrigará a passar algum tempo no Reino Unido.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.