Diogo Carmona esteve esta quarta-feira no programa 'Dois às 10', da TVI, para apresentar o seu primeiro livro: 'Contra todas as probabilidades - Vítima ou Vilão? Culpado ou Inocente?'.

Nesta obra, o jovem ator, de apenas 23 anos, explica todas as polémicas e conta a história da sua vida, desde a relação conturbada com a mãe ao acidente que em 2019 lhe amputou um dos pés.

"Acho que foi só um grande azar toda esta situação de ter de haver processos à mistura e eu quase ser preso... Eu não sou isso", começa por referir o jovem ator em conversa com Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos.

No livro, Diogo apresenta-se como quase ninguém o conhece e muito além das polémicas.

Quanto ao acidente com um comboio que mudou a sua vida, o jovem volta a garantir que se tratou de um acidente e revela, no livro, que ficou com stress pós-traumático.

"Tinha muitos ataques de ansiedade, agora acho que felizmente já me passou", diz.

A relação com a mãe

"Estamos bem apesar de todos os problemas que já existiram", garante Diogo Carmona quando questionado sobre como está agora a relação com a sua mãe.

O ator acusou durante vários anos a progenitora de ter gasto todo o dinheiro que este ganhou com os trabalhos que fez durante a infância no teatro e televisão. Por seu turno, a mãe de Diogo afirma que o filho tem problemas psicológicos, que já levaram ao seu internamento, e acusa-o de violência doméstica. Em 2020, Diogo chegou a ser condenado pelo tribunal a quatro anos de pena suspensa por ter, alegadamente, agredido a mãe e a avó.

Agora, o jovem garante que tanto ele como a mãe conseguiram "chegar a um entendimento".

"É tão complicado que o que importa é que está tudo bem neste momento", termina.

Leia Também: Morreu o pai do músico Quim Barreiros

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.