No início de cada ano, Liliana Campos vive um misto de emoções fortes: Se por um lado recorda as mortes dos pais, por outro tem motivos para sorrir com a celebração do aniversário do marido, o surfista Rodrigo Herédia. Este ano não foi exceção e a apresentadora deixou o coração falar num desabafo nas redes sociais.

"Janeiro é o mês do ano mais triste para mim, desde a partida do meu pai, faz dia 15, 25 anos. Metade da minha vida foi vivida sem ele. Foi também em janeiro que a minha mãe partiu e eu senti que estava órfã. Uma palavra feia e forte, mas que só a percebemos quando sentimos a dor dessa condição", lamentou.

Liliana recordou ainda que o ano passado, quando o companheiro completou 49 anos, organizou-lhe uma festa surpresa com todos os amigos e familiares. Apesar de todos a terem aconselhado a guardar as celebrações para este ano, por ser uma 'data redonda', quis seguir a sua intuição.

"E se a teimosia é um dos meus piores defeitos e já me trouxe muitos dissabores, aqui só posso agradecer ter metido na cabeça que tudo ia acontecer aos 49 e quando fossem os 50 logo se via... E o que eu vejo é que percebi há uns tempos que a festa dos 50 não ia acontecer e, muito pior, que isso: não estaríamos cá todos, como estivemos, para celebrar", afirmou.

E rematou: "Temos mesmo que viver o momento, porque apesar de continuarmos a pensar que sim, não controlamos nada de nada, e de repente tudo muda".

Leia Também: Liliana Campos recorda mãe. "Cinco anos sem ti"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.