De todas as personalidades que posaram para a Playboy, Pamela Anderson pertence ao leque dos nomes que ficaram para sempre na memória.

A atriz posou pela primeira vez para a revista na edição de outubro de 1989, o que a levou a conquistar a fama. Nessa altura, mudou-se para Los Angeles, onde perseguiu com a carreira de modelo.

Embora ao início não estivesse totalmente confortável com a ideia de posar com pouca roupa, contou sempre com o incentivo e apoio da mãe, Carol, como a celebridade revelou durante o programa ‘Good Morning Britain’.

“Foi uma escolha minha posar para a revista, não fui obrigada a fazer nada com que não estivesse confortável. A minha primeira reação foi não, mas depois conversei com a minha mãe e ela disse-me: ‘Por que não? Sai desta pequena cidade, vai para Los Angeles. Que excitante’”, começou por contar a atriz, referindo que “nunca tinha andado de avião antes, nem nunca tinha saído” do lugar onde nasceu, Ladysmith.

“Estava a morrer de medo por causa disso”, acrescentou, confessando que isso fez com que “supera-se a sua timidez”.

Apesar de não ter frequentado a universidade, Pamela frisa que aprendeu muito na mansão da Playboy, de Hugh Hefner, e acredita que o falecido empresário lhe deu uma boa educação.

“A Playboy era a minha universidade, como digo sempre. Aprendi muito lá. Conheci ativistas e ótimas pessoas. Aprendi muito sobre arte. O Hugh Hefner foi um verdadeiro pioneiro e não gosto quando alguém fala mal dele”, disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.