Filomena Cautela foi a mais recente personalidade a comentar a polémica à volta das declarações de Joana Latino, que revoltaram muitos artistas. No programa de ontem do '5 Para A Meia Noite', a apresentadora ironizou sobre o assunto, não deixando de tecer duras críticas à posição da comentadora do programa 'Passadeira Vermelha'.

"Numa altura de crise laboral, os trabalhadores das artes e dos espetáculos manifestaram-se realçando a situação já precária do setor e o agravamento com a pandemia sem prazo de retoma", começou por referir.

"Muita gente ficou indignada com estas declarações", disse, referindo-se às palavras de Latino em que esta defendia que os artistas se queixavam demais e nada faziam.

"Eu, por acaso, acho que depois disto a Joana Latino tem um grande futuro. A sério. Pode muito bem ir ocupando o cargo de ministra da Cultura do Brasil que a Regina Duarte deixou livre. Se pensarem tem três qualidades mais que necessárias: ideias absolutamente antiquadas, total ignorância sobre o que se passa numa classe que contribui para o PIB e zero respeito pelos artistas", concluiu.

Leia Também: Filomena Cautela contra TVI: "Mantém-se o homofóbico e expulsa-se um gay"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.