Marta Cardoso voltou a manifestar publicamente a sua opinião sobre o 'Big Brother - A revolução', mostrando-se, uma vez mais, sincera e sem medo de ferir susceptibilidades.

"Quando o 'Big Brother' voltou eu fiquei muito entusiasmada, 20 anos depois. E realmente o 'Big Brother 2020' quando voltou mostrou que as coisas evoluem. Mostrou que o respeito pela diferença faz a diferença e aqueles concorrentes trouxeram-nos isso", começou por afirmar a comentadora e participante da primeira edição de 'Big Brother, realizada há 20 anos.

"Este 'Big Brother', e não é culpa dos concorrentes, tem destruído aquilo que o 'BB 220' construiu, na minha opinião, regredimos outra vez 10 ou 15 anos", apontou ainda durante o 'Extra' desta segunda-feira.

A opinião de Marta Cardoso surge na sequência da expulsão de Carlos no último domingo. Para a comentadora, o concorrente foi retirado da casa pelo público precisamente pelo facto de se ter mantido uma pessoa calma e sem entrar em conflitos.

"E digo que não é culpa dos concorrentes porque eles vão para esta edição com a ideia que têm de ser sensatos, é uma coisa imposta", afirma, lembrando que no primeiro mês os participantes tentaram colar-se a essa imagem e isso aborreceu-nos a todos". "Eu incluída", reforça.

"A verdade é que aquilo que aconteceu é culpa de todos", continua, lamentando que as prioridades tenham sido invertidas e que agora "quem faz confusão, quem cria polémica e quem discute" esteja na frente.

"Eles não são culpados, foi isto que lhes foi passado e são bons correntes na mesma", termina.

A opinião de Marta Cardoso está agora a tornar-se viral nas redes sociais. Eis o vídeo que relembra as suas palavras:

Leia Também: 'Big Brother': O momento em que André Abrantes pediu Zena em namoro

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.