Corria o ano de 2018 quando, repentinamente, morreu o pai de Maria Botelho Moniz. Desde então, o Dia do Pai passou a ser particularmente difícil para a apresentadora, que hoje resolveu assinalar a data de uma forma única e especial.

A apresentadora gravou para o pai uma mensagem emotiva, pintada com as fotografias que fizeram parte da sua infância, que marcou a emissão de sexta-feira do programa 'Dois às 10'.

"Ficava horas a fio em silêncio mas foi o melhor contador de histórias que conheci", conta Maria.

"Comove-me que não esteja cá para testemunhar o meu crescimento profissional. Teria sido o mais orgulhoso das minhas conquistas. Magoa-me que não me veja concretizar este sonho. Dói-me pensar que nunca me levará ao altar e saber que nunca pegará nos meus filhos ao colo faz-me sempre chorar, mas acredito que onde quer que esteja agora está de coração cheio e a olhar por mim, pelos meus irmãos e pelos seus netos", pode ainda ouvir-se na emotiva peça, que depois de sair do ecrã deixou Maria Botelho Moniz lavada em lágrimas em direto.

"Não é um dia fácil para os filhos sem pai, mas graças a Deus tenho mãe", acrescentou ainda a apresentadora de 'Dois às 10'.

Leia Também: Ser pai é...? "A melhor experiência do mundo"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.