Cada vez que uma criança passa por um parque infantil de imediato o seu instinto a leva aproximar-se dele. Foi nisto que Diogo Amaral refletiu numa das últimas publicações no seu blogue.

“Esta é a minha teoria:Dentro de cada criança, há um íman. E no centro de cada parque infantil de qualquer parte do mundo, está o íman oposto. E assim acontece um fenómeno quase inato, em que uma criança se aproxima dum parque infantil e, mesmo que nunca lá tenha estado, é imediatamente atraída por aquele espaço por ela percecionado como sítio de magia e diversão”, começa por afirmar.

Entretanto transmite o seu lado mais pessoal passado com o filho: “Quantas e quantas vezes não vou eu a passear com o Mateus e, de repente, vejo-o muito atento, em modo alerta. Sem dizer nada, começa a andar na direção daquilo que, ao longe, lhe parece ser um parque infantil. Às vezes acho que deve ter uma audição muito apurada que lhe permite ouvir os sons das outras crianças a brincar”.

E termina afirmando: “Um dia cientistas vão estudar este fenómeno e vão descobrir que existe um campo magnético à volta dos Parques Infantis. Depois não digam que não avisei”.

Concorda com o ator?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.