Cristina Ferreira deverá ser substituída na direção da revista “Cristina” por Cláudia Rodrigues, atual chefe de redação, já a partir do próximo mês de abril.

O afastamento da apresentadora da TVI daquele cargo foi exigido pela Entidade Reguladora da Comunicação Social, por Cristina Ferreira não ter carteira profissional de jornalista, um requisito legal obrigatório para quem queira ser diretor de uma publicação periódica.

Caso Cristina Ferreira, formada em Comunicação Social, pretendesse obter a carteira profissional e manter a direção da revista, teria de abdicar de quase todas as funções remuneradas que desempenha atualmente.

Até ao momento, a estrela da TVI ainda não se pronunciou sobre este assunto e continua a preparar o número dois de “Cristina”, que deverá chegar às bancas no dia 7 de abril.

O primeiro número da revista terá vendido, de acordo com a editora, cerca de 110 mil exemplares, 40 mil dos quais em apenas duas horas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.