Em 2014, Jeremy Meeks foi preso durante 27 meses por assaltos à mão armada. Nessa altura, a sua foto de cadastrado foi partilhada no Facebook da polícia de Stockton, na Califórnia, e em menos de 72 horas recebeu 56 mil gostos e 7 mil partilhas. O, então considerado, «criminoso sexy» teve homens e mulheres de todo o mundo a suspirar por si e a comentar a sua beleza. Agora, com 32 anos e três meses depois de sair da prisão, Jeremy Meeks assinou o seu primeiro contrato como modelo fotográfico e até já partilha fotografias sexys no seu Instagram oficial que conta com 416 mil seguidores.

A vontade por parte das agências de publicidade de o tornarem modelo não é de agora. Ainda preso, o «criminoso sexy» foi contactado por vários meios que mostraram a sua vontade em tê-lo nas suas campanhas. Acabou por assinar um contrato de exclusividade com a White Cross Management, uma agência de Los Angeles, que já tem no site a fotografia e medidas do agora modelo.

Relembre-se que Jeremy Meeks é pai de um filho e, na altura em que foi preso, a sua mãe criou uma petição no Facebook com o objetivo de angariar dinheiro para a sua libertação. «Ele é um homem trabalhador e tem um filho. Está a ser julgado pelas tatuagens», escreveu.

«Criminoso sexy» já faz trabalhos como modelo fotográfico

Texto: Sara Chaves com instagram@jmeeksofficial (fotografia)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.