Não foi apurado para a final do Festival Eurovisão da Canção de 2019 mas saiu de Telavive, em Israel, com um prémio, o Barbara Dex Award 2019, atribuído anualmente àquele que os fãs do certame consideram ter sido o pior figurino do espetáculo. Há dois anos, o cantor e compositor português Conan Osíris bateu o recorde de votações com o figurino verde, inspirado em insetos e em personagens de desenhos animados, idealizado pelo estilista nortenho Luís Carvalho, que elegeu para interpretar "Telemóveis".

Perto de 4.000 pessoas votaram, na altura, no visual que o artista português elegeu para subir ao palco da Expo Tel Aviv, o recinto que acolheu o certame. A votação foi renhida mas Conan Osíris, conhecido pelos visuais extravagantes que costuma exibir no quotidiano e em palco, acabaria por ganhar. Em segundo lugar, ficou Tamta, a representante do Chipre. O terceiro lugar foi para Zena, cantora da Bielorrússia. Portugal já tinha ganho o Barbara Dex Award 2006, com o grupo feminino Nonstop.

Não se tendo realizado o Festival Eurovisão da Canção de 2020 por causa da pandemia viral de COVID-19 que isolou o mundo, Conan Osíris ainda não tinha perdido o título de mais mal vestido do certame. Nas últimas horas, foram conhecidos os resultados da votação que atribuiu o Barbara Dex Award 2021. Segundo o site belga Songfestival, o cantor Tix, que representou a Noruega vestido de anjo, conseguiu bater o recorde do artista português, conseguindo 4.870 votos. Em segundo, ficou a romena Roxen.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.