Está a chegar ao fim mais um ano e Nuno Markl decidiu fazer um balanço profissional de 2018, recordando todas as conquistas.

Se calhar ainda é cedo, mas dei por mim a juntar as peças de 2018, no que toca a trabalho. Fui a 1986 e a Macau. O Dolph Lundgren serviu-me um sumo de manga. Aumentei a Cave até ao tamanho de um podcast. Fui uma versão suína do meu super-herói favorito da infância. Fiz um livro de fábulas com uma princesa ilustradora e uma peça com vários ilustres reis. E 21 anos depois, e apesar do meu constante temor pelo factor dinossauro, parece que as pessoas ainda gostam d’O Homem Que Mordeu o Cão”, escreveu na legenda da montagem fotográfica partilhada na sua conta do Instagram.

Antes de terminar a publicação, o comediante fez questão de agradecer todo o apoio recebido. “Por tudo isto, um obrigadinhos de todo o coração. Avancemos”, rematou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.