"Há três anos que dizem que Amal está grávida e, desta vez, é verdade", comentou Clooney, de 55 anos, que esta sexta-feira receberá o Prémio César pela sua carreira.

"Como é possível não estar ansioso perante esta responsabilidade? Por um bebé neste mundo... dois, inclusivé!", afirmou ainda, acrescentando que nem ele nem a esposa querem saber o sexo dos gémeos antes do nascimento.

O casal, que se casou em 2014, decidiu agora "ser muito mais responsável e evitar o perigo".

"Por isso, já não vou ao Sudão nem ao Congo; a Amal não viajará mais para o Iraque e evitará os lugares onde não é bem-vinda", explicou o ator, que tem desenvolvido campanhas de caridade em África.

Paralelamente, Clooney comentou sobre uma polémica antiga: o facto do cineasta Roman Polanski ter sido acusado de violar uma menor nos Estados Unidos.

"Não conheço suficientemente o caso Polanski para falar de detalhes. Pelo que entendo, Polanski chegou a um acordo com o juiz e este não o respeitou. Também sei que a vítima, hoje em dia, o apoia", afirmou.

"Quando pensamos em tudo aquilo que este homem de 83 anos viveu, é horrível imaginar que ainda estejam atrás dele. Acho que Polanski precisa de pôr um ponto final nesta história", acrescentou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.