Foi aberta uma investigação policial para apurar o que realmente aconteceu no trágico acidente no set do filme 'Rust', esta quinta-feira, 21 de outubro, no qual Alec Baldwin matou a tiro a cineasta Halyna Hutchins, de 42 anos, e feriu o realizador Joel Souza, no Novo México.

O xerife do condado de Santa Fe, Juan Rios, confirmou a identidade das vítimas dos disparos e o autor dos mesmos, Alec Baldwin.

Embora não tenham sido feitas acusações formais, as autoridades querem perceber o que realmente se passou e, para isso, estão a interrogar diversas testemunhas.

Num comunicado foi referido que apesar de não existirem "indícios criminais" no caso, a investigação revelou-se necessária. "Quando há uma morte, os detetives tendem a analisar o assunto, mesmo que tenha parecido um acidente", referiu Rios em declarações ao The Sun.

"Embora não haja suspeitas de crime neste momento, não podemos varrer tudo para debaixo do tapete. Uma investigação completa será conduzida para chegar ao que realmente aconteceu", disse ainda o agente.

Também segundo o The New York Times, o local onde o acidente aconteceu destinava-se a filmagens, pelo que há a possibilidade das câmaras terem captado o momento dos disparos.

Recorde-se que, de acordo com as informações tornadas públicas até ao momento, Alec Baldwin disparou a arma de adereço sem ter conhecimento de que a mesma se encontrava efetivamente carregada.

Leia Também: Os tributos à cineasta que foi morta por Alec Baldwin em trágico acidente

Leia Também: Alec Baldwin autor do disparo que matou uma pessoa e deixou outra ferida

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.