Cândido Costa, ex-jogador de futebol, abriu o coração numa entrevista que deu esta sexta-feira, 2 de dezembro, a Manuel Luís Goucha. Uma das confissões que fez foi o facto de ter traído a ex-mulher, com quem esteve casado 21 anos.

"Esgota-se [o casamento], diria, por 90% de responsabilidade minha", começa por dizer.

"Talvez seja o grande remorso que eu tenho. [A minha ex-mulher] Sempre me acompanhou no bem e no mal, gostava de mim, sempre me tratou bem e com respeito", garante, assumindo que não tinha motivos para as traições.

"A dada altura deslumbrei-me. Passei demasiado tempo distraído e convencido de que era a última bolacha do pacote. Fiz coisas que não gostava de ter feito", faz saber.

"Arrependo-me. Fui vulgar e a fatura foi bem pesada. Arrependo-me muito disso", afirma, garantindo que viver com a culpa do término da relação foi uma das coisas mais difíceis da sua vida.

Apesar de tudo, Cândido nota que apesar de "difícil", porque ainda havia sentimentos, a separação foi "pacífica".

Veja o momento.

Leia Também: O amoroso vídeo de Cândido Costa com o filho

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.