Depois de Angelina Jolie ter acusado Brad Pitt de não contribui com “quantias significativas” em relação às pensões dos filhos, o ator ‘reagiu’ e afirmou que já pagou mais de nove milhões de dólares, mais de sete milhões de euros, desde que o casamento chegou ao fim.

Apesar o ex-casal – que tem seis filhos em comum, Maddox, de 16 anos, Pax, de 14, Zahara, de 13, Shiloh, de 12, e os gémeos Vivienne e Knox, de nove – ter-se separado em 2016, continuam com o processo de divórcio em tribunal.

Depois de Angelina ter preenchido os papéis e ter entrado com um processo para receber o alegado dinheiro em falta, foi a vez de Pitt contestar as declarações da ex-mulher, referindo-se às acusações como “um esforço para manipular a cobertura dos meios de comunicação”.

O advogado do ator, Lance Spiegel, alega que o cliente “emprestou” oito milhões de dólares, mais de seis milhões de euros, a Jolie para ajudá-la a comprar a casa onde vive atualmente e que contribuiu com mais de 1,3 milhões de dólares, 1,1 milhões de euros, em pensões para os filhos.

Recorde-se que os amigos de Brad Pitt também já se manifestaram contra as alegações de Jolie, mostrando o seu apoio ao ator.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.