Ben Affleck recuou até ao início dos anos 2000, quando namorou com Jennifer Lopez, tendo afirmando que a 'ex' não foi bem tratada na altura.

"As pessoas eram tão maldosas com ela - sexistas, racistas", começou por dizer o ator, que namorou com J-Lo entre 2002 e 2004.

"Essas m***** foram escritas sobre ela de uma forma que se tivessem sido escritas agora, as pessoas seriam literalmente demitidas por terem dito o que disseram", acrescentou, esta quinta-feira, ao The Hollywood Reporter.

"Agora ela é respeitada pelo trabalho que fez, de onde veio e pelo que conquistou, como deveria ser. Eu diria que tu tens mais chances - vindo do Bronx - de terminar como a [juíza Sonia] Sotomayor da Suprema Corte do que ter a carreira de Jennifer Lopez e ser quem ela é hoje aos 50 anos", destacou ainda.

Leia Também: Ben Affleck e a namorada, Ana de Armas, vão morar juntos

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.