Depois de ter terminado a relação com Bradley Cooper, Irina Shayk abriu o seu coração e falou abertamente sobre várias fases da sua vida em conversa com a revista Harper's Bazaar.

Além de ter partilhado publicamente o significado do nome da filha que tem com o ator, a pequena Lea, de dois anos, a modelo recordou ainda uma das fases mais difíceis da sua vida: quando perdeu o pai.

Assim como o ex-namorado Cristiano Ronaldo, Irina também perdeu o progenitor cedo. Mas no caso da manequim, o pai morreu ainda na sua adolescência, quando tinha 14 anos. Valery Shaykhlislamov era mineiro e morreu devido a complicações nos pulmões.

Já sem os avós, Irina cresceu ao lado das mulheres da família. "Nunca tivemos homens por perto. Tens de aprender a martelar um prego à parede, pendurar as cortinas. Sei tudo sobre a plantação de batatas e pepinos porque na Rússia é assim que tu sobrevives no inverno", partilhou, referindo que perder o pai, na idade que tinha na altura, foi "chocante".

Leia Também: Bradley Cooper e Irina Shayk batalham pela custódia da filha

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.