Júlia Pinheiro recebeu esta quinta-feira no seu programa das tardes da SIC um convidado especial: o locutor e apresentador de televisão Carlos Ribeiro.

Afastado dos holofotes há alguns anos, Carlos Ribeiro recordou nesta conversa com a apresentadora os anos em que fez sucesso e se tornou um dos comunicadores mais acarinhados do público português, fosse na TV, no programa de rádio que apresentava pela manhã ou nos espetáculos onde era anfitrião e com os quais corria o país.

"Tínhamos muito, muito trabalho", começa por dizer, revelando que o excesso de trabalho e o cansaço acumulado levaram a que tivesse dois acidentes de viação.

Carlos Ribeiro adormeceu ao volante duas vezes. "Tive muito medo", confessa, ao recordar os episódios.

Os 25 anos enquanto locutor de rádio num programa da manhã faziam-no acordar às 04h00, seguiam-se dias atarefados e noites com espetáculos para apresentar. Nas viagens era preciso ficar acordado a qualquer custo. "Eu não fumo, eu fumava, eu bebia água gelada, eu levava a música alta... e depois quando parava para dormitar um pouco na área de serviço vinha alguém bater no vidro: 'Senhor Carlos Ribeiro", recorda, sem esconder o sorriso.

"Era um ritmo diabólico de vida", revela, explicando que depois de abrandar o ritmo e com o passar dos anos "nunca mais teve sono ao volante".

Leia Também: nia Ribas de Oliveira reage a acusação: "Respeite quem tanto trabalhou"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.