Assim que os seus olhos pousaram no anúncio da La Pitchoune, Makenna Johnston sabia que aquela casa tinha de ser sua. Formada em cozinha francesa, Johnson rapidamente percebeu que tinha de assumir a responsabilidade de preservar a casa de alguém que sempre admirou.

Na altura em que Johnston estava a planear a sua próxima visita a França, tiveram lugar os ataques terroristas.“Quando isso aconteceu, comecei a pensar como a Julia Child sempre tinha sido pacifista. […] Sempre esteve envolvida em ajudar as comunidades através da comida”, revelou em entrevista ao Boston Magazine.

Inspirada por tudo isso, decidiu, juntamente com a sua companheira Yvonne, continuar o legado de alegria, compaixão e amor pela comida deixado por Child.

Assim nasceu a ideia de comprar a La Pitchoune e transformá-la num centro de retiros, onde todos os hóspedes podem aprender a cozinhar e fazer yoga. “Vai ser o local de um centro de exploração culinária, paz e comunidade”, disse Johnston sobre o projeto "La Peetch: Center for Food, Culture and Community".

As aulas de culinária, focadas na gastronomia francesa, só terão início em 2017, apesar de em maio já ser possível desfrutar deste novo espaço. “O nosso objetivo é trazer de volta a boa cozinha. Há tantas pessoas que gastam rios de dinheiro a comer fora. Se conseguirmos cozinhar em casa e entreter, é uma vida completamente diferente”, remata.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.