O jornal inglês The Athletic revelou esta quarta-feira, 15 de fevereiro, novos desenvolvimentos sobre a disputa judicial que envolveu Cristiano Ronaldo e Kathryn Mayorga. A publicação adianta que o advogado da mulher que acusou CR7 de violação foi condenado a pagar honorários ao jogador português.

O representante legal de Kathryn Mayorga terá de pagar 334.637,50 dólares, o que corresponde a 313.169,67 euros. O valor corresponde aos honorários que Ronaldo desembolsou para pagar aos advogados que o defenderam no processo.

Cristiano Ronaldo esteve acusado de ter violado Kathryn Mayorga num hotel de Las Vegas, em 2009. O português negou sempre as acusações, tendo a queixa crime sido arquivada em 2019 pela polícia de Las Vegas.

A juíza federal Jennifer Dorsey determinou, em 2022, que o advogado da modelo baseava as suas acusações em documentos confidenciais roubados, rejeitou o caso e considerou que o jogador de futebol tinha sido prejudicado pela conduta do advogado da alegada vítima.

O processo cível foi arquivado, tendo sido determinado que Ronaldo não teria de de pagar qual indemnização a Kathryn Mayorga.

Leia Também: Georgina Rodríguez faz piquenique com os filhos... no sofá

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.