Um dos confidentes mais próximos da princesa Diana está a recordar a última chamada telefónica que fez para Diana na noite em que esta morreu, em 1997, em Paris.

Richard Kay, um repórter real de longa data e amigo da princesa, recorda a conversa que teve com a ex-mulher do príncipe Carlos e que viria a ser a última chamada de Diana.

"Falei com ela naquela noite", começa por lembrar. Mas só mais tarde, já depois da princesa morrer num acidente de carro, é que Kay percebeu o quão importante tinha sido aquela chamada. "A polícia disse que o último telefonema que ela fez foi para mim", destacou.

A mãe do príncipe William e do príncipe Harry, então com 15 e 12 anos, respetivamente, estava "num lugar muito bom", partilha Kay, de acordo com o The Mirror. Mas, acima de tudo, "ela queria voltar a ver os seus meninos".

Diana estava ansiosa para virar uma nova página na sua vida. "Ela estava ansiosa para tentar um novo começo e fazer algo diferente", conta Kay.

Leia Também: Título real de Harry retirado de exposição sobre a princesa Diana

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.