A princesa Leonor ingressou na Academia Militar de Saragoça há precisamente uma semana, a 17 de agosto, para iniciar o seu percurso militar de três anos, ao longo dos quais passará pelos Exércitos da Terra, Água e Ar.

A princesa das Astúrias tem pela frente algumas datas importantes, tanto a nível pessoal como militar. No dia 31 de outubro atinge a maioridade e, de acordo com o que consta do artigo 61 da Magna Carta, deve jurar a Constituição nas Cortes Gerais. O atual rei, Felipe VI, jurou a Constituição a 30 de janeiro de 1986, no dia em que completou 18 anos.

Além disso, Leonor terá ainda dois momentos de relevo no que respeita à formação militar. A 19 de setembro acontece a entrega dos sabres e a 7 de outubro o Juramento de Bandeira, um ato institucional no qual se espera a presença dos reis Felipe VI e Letizia. Já a infanta Sofia não é esperada em nenhum dos momentos, uma vez que estará no País de Gales, onde na próxima semana ingressará no UWC Atlantic College.

Já a entrega dos sabres é uma cerimónia interna, que não conta com a presença de familiares e acontece no pátio de armas da academia, durante a manhã. “O sabre representa o símbolo dos oficiais", refere a imprensa espanhola, pelo que é um ato importante, e que representa o culminar desta primeira fase de adaptação pela qual passam os novos cadetes. Pessoas exteriores à instituição não costumam assistir a este momento, pelo que os reis não estarão presentes.

Leia Também: O primeiro plano da princesa Leonor com os colegas da Academia Militar

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.