O Museu do Côa, em Vila Nova de Foz Côa, destaca-se pelo que apresenta fora de portas. Com uma imensa galeria ao ar livre de arte rupestre, o museu apresenta exposições contemporâneas de fotografia, pintura, escultura, gravura ou desenho que pretendem homenagear ou evocar a arte dos gravadores pré-históricos.

Este que é um dos maiores museus portugueses assenta no topo da colina que na sua margem esquerda, encima a foz do Côa, celebra o encontro dos dois patrimónios mundiais da região: a Arte Pré-histórica do Vale do Côa e a Paisagem Vinhateira do Douro.

No Museu do Côa, a ausência de uma quantidade significativa de espólio físico original passível de se expor dentro do edifício do museu – à exceção de algumas peças selecionadas – evidencia os próprios sítios arqueológicos como verdadeiros objetos de referência material.

As três salas de exposições temporárias apresentam diversas exposições contemporâneas de fotografia, pintura, escultura, gravura ou desenho que pretendem homenagear ou evocar a arte dos gravadores pré-históricos.

10 anos de Museu do Côa

O museu não substitui a visita aos sítios de arte rupestre do Parque Arqueológico do Vale do Côa, afinal o “verdadeiro” museu. Constitui-se como o portal que permitirá aos visitantes começar a descobrir a arte rupestre dos vales do Côa e do Douro.

Como uma imensa galeria ao ar livre, o Vale do Côa apresenta mais de mil rochas com manifestações rupestres, identificadas em mais de 80 sítios distintos, sendo predominantes as gravuras paleolíticas, executadas há cerca de 25 mil anos

O vasto conjunto ao ar livre pode ser apreciado na exposição do Museu, através de originais de arte móvel, réplicas de painéis de arte rupestre e informação interativa que utiliza as modernas tecnologias digitais.

O Museu é também um centro de acolhimento para investigadores que desejam estudar o Côa aproveitando a maior biblioteca nacional dedicada à arte rupestre. Os Serviços Educativos da Fundação Côa Parque desenvolvem as suas atividades de modo a acolher quer o público escolar quer o público em geral.

O Museu disponibiliza ao público em geral vários tipos de visitas guiadas: audioguias; visitas orientadas a partir do meeting point; três visitas diárias com horários de acordo com as horas de operação sazonais; visitas orientadas a grupos organizados, outras atividades e visitas especiais, por exemplo, aos bastidores do Museu.

O Museu do Côa está aberto de segunda a domingo, das 9.30h às 19h (horário de verão) e tem bilhete família, pelo valor de 15€ (casal + dois filhos até aos 12 anos).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.