O Museu do Oriente ensina a colorir papel com a técnica secular do Papel Marmoreado, num workshop que se realiza sábado, 27 de novembro. Em manchas, linhas ou padrões, pode combinar cores e criar os efeitos que ditam a criatividade, convertendo uma simples folha numa verdadeira obra de arte.

Com usos que remontam, na Europa, aos “Alba Amicorum” do século XVI, a técnica de papel marmoreado é conhecida em várias culturas, que a desenvolveram de acordo com os seus saberes específico: no Japão, como Suminagashi, na Turquia, sob a forma e designação de Ebru.

No entanto, permaneceu uma arte de conhecimento restrito, limitado aos grandes mestres da encadernação, que chegaram a utilizar o papel marmoreado como suporte a textos sagrados.

Como forma de expressão plástica, o papel marmoreado tem vindo a desenvolver-se ao longo dos séculos como uma área da pintura em papel, com a introdução de novos materiais e a capacidade de adaptação a abrir caminho a novos conceitos e realidades plásticas.

Neste workshop são dados a conhecer os materiais de acordo com as diferentes fases do processo, incluindo a preparação do banho, das tintas e do próprio papel de suporte.

Testando e experimentando ao longo da sessão, os participantes vão compreender a relação que se estabelece entre os vários elementos, ficando aptos a criar os seus próprios trabalhos de papel marmoreado, com os mais diversos fins: experiências artísticas, para uso em projectos de encadernação, scrap books ou para personalizar ofertas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.