A 18.ª edição do FEST – Novos Realizadores, Novo Cinema aproxima-se a passos largos. De 20 a 27 de junho, todos os caminhos vão dar ao grande ecrã, em vários espaços espalhados por Espinho.

Com a temática “De Olhos Postos num Mundo Invertido e Irreversível”, o foco do festival incide na constante degradação ambiental e humana. A programação ligada aos dilemas contemporâneos faz-se acompanhar por um aguardado leque de artistas convidados, no âmbito do braço profissional do festival, FEST PRO.

Ainda nos cinemas com “Vortex”, um incrível estudo sobre a velhice, Gaspar Noé é um dos principais oradores, lado a lado com o britânico Gary Brown, responsável pelos efeitos visuais em filmes como “Paddington” e “Baby Driver”. O supervisor e designer de som Will Files partilha também a sua experiência, depois de trabalhar em fenómenos cinematográficos como “The Batman” e na série norte-americana “Stranger Things”. Com o intuito de dar maior projeção aos atores portugueses, Caprice Crawford marca presença, em representação da agência internacional Crawford Talents.

Para todas as geografias e idades

Da programação anunciada até ao momento, destacam-se as sessões de abertura e encerramento. “Lullaby”, um drama emotivo sobre a maternidade, dá o pontapé de saída, depois de ter sido apelidado por Pedro Almodóvar como “a primeira obra-prima espanhola em vários anos”. O fecho encontra-se a cargo de “Sundown”, o regresso de Michel Franco, muito elogiado no Festival de Veneza.

Há espaço para o cinema local no “Grande Prémio Nacional”, destinado a premiar o futuro da sétima arte, falada em português. A nível internacional, a Ucrânia e a Tunísia são dois dos países que veem a sua filmografia representada. Parte do Festival de Odessa, cancelado devido aos conflitos em território ucraniano, foi convidado a juntar-se à secção “Be Kind Rewind”. Já a Tunísia, protagoniza a temática “Flavours of the World”, enquanto nação de referência no cinema árabe.

Entre cinema ao ar livre, mostras universitárias e as famosas competições “Lince de Ouro” e “Lince de Prata”, discutem-se tópicos relevantes, não deixando os mais novos de parte. A secção FESTinha para crianças e jovens está de regresso, com várias propostas de entrada livre, separadas por grupos etários. “Heartwood”, “Barakafrites”, “2020: Odisseia no Terceiro Esquerdo” são apenas algumas das curta-metragens infantojuvenis apresentadas.

As sessões estão divididas entre o Centro Multimeios de Espinho, o Casino de Espinho e o espaço exterior do FESTival Village. O programa completo da 18.ª edição do festival pode ser consultado no site oficial do FEST.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.