Depois de Lisboa e de Telavive, será Maastricht ou Roterdão a receber a próxima edição do Festival Eurovisão da Canção. A seguir à vitória de Duncan Laurence com "Arcade", em Israel, nove cidades, uma província e até um aeroporto anunciaram publicamente o interesse em organizar o famoso eurofestival, em maio de 2020. Muitas das candidaturas formais e informais acabaram, todavia, por ser chumbadas pelas mais diversas razões.

Umas por falta de garantias financeiras, outras pela falta de uma sala de espetáculos com capacidade de acolher o evento, outras pela indisponibilidade de datas dos recintos. Neste momento, só já há duas hipóteses em cima da mesa, sendo que, nos sites informativos que acompanham o avento, como é o caso do português ESC Portugal, Roterdão lidera as preferências dos fãs, com 73% dos votos. Maastricht não vai além dos 27%.

As primeiras visitas técnicas dos responsáveis da União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) e das emissoras holandesas NPO, NOS e AVROTROS às duas cidades realizaram-se nas últimas semanas mas, até ao momento, ainda não foi tomada uma decisão. Além de Amesterdão, Roterdão, Maastricht e 's-Hertogenbosch, Haia, Leeuwarden, Zwolle, Arnhem, Utrecht, Brabante do Norte e Enschede anunciaram a intenção de avançar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.