Este transporte vai circular “a título experimental por um ano”, de acordo com o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, lembrando que o serviço vai ser “um misto de transporte público e de vertente turística”, que vai funcionar como “vaivém” com entrada na igreja de Crestuma e saída junto à zona de bares do Cais de Gaia.

O trajeto fluvial – um modelo de mobilidade alternativa - vai permitir uma circulação mais rápida do que a que é feita pela Estrada Nacional 222 em hora de ponta: uma conquista importante para o interior do concelho.

Este novo meio de transporte a circular no rio Douro consiste num autocarro/barco que fará o rebatimento a outros meios de transporte. O novo veículo anfíbio será incluído na rede “Andante” e terá uma periodicidade de hora a hora.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.