Para os que preferem uma tarde (quase) sossegada junto ao televisor, o mundo do cinema de terror abre as suas portas. São muitos os planos de fazer gelar o sangue, à distância de um mero ecrã. Desde animação direcionada para toda a família a pesadelos um pouco mais fortes, ninguém fica de fora! Agarre nas pipocas e prepare-se para enfrentar os seus maiores medos na companhia destas sugestões. 

Para miúdos...

Três Bruxas Loucas (1993)

Em Três Bruxas Loucas, o Halloween é conhecido pelos seus acontecimentos peculiares. O recém-chegado à cidade de Salem, Max Dennison (Omri Katz), bem pode dizê-lo. Ainda a ambientar-se à sua nova casa, o adolescente ressuscita por engano as irmãs Sanderson, três bruxas diabólicas executadas no século XVII. Cabe agora a Max e aos amigos travar o plano de vingança das feiticeiras, devolvendo a paz à cidade. Entre magia, música e um gato com mais de 300 anos de idade, fica feito o convite para assistir a uma produção da Disney tão arrepiante, quanto divertida.

Ainda não tem planos para o Dia das Bruxas? Descubra 8 filmes de terror para todas as idades

A Casa Assombrada (2006)

E se a casa do outro lado da rua estivesse assombrada? No enredo de A Casa Assombrada, esta ideia parece ganhar vida a pouco e pouco. Algo de errado se passa no casarão do velho Nebbercracker. Objetos, animais e até pessoas, vistos pela última vez nos arredores da propriedade, têm vindo a desaparecer sem deixar rasto. Quando ninguém acredita nas suas suspeitas, um trio de estudantes decide deitar mãos à obra e investigar o estranho caso. Ninguém está seguro neste alucinante jogo de doçura ou travessura, já disponível na Netflix.

Coraline e a Porta Secreta (2009)

Coraline e a Porta Secreta leva à letra o conselho “cuidado com aquilo que desejas”. Depois de muito se queixar da sua vida familiar infeliz, Coraline decide aventurar-se num mundo paralelo, à distância de uma pequena porta no sótão. Tudo parece cor-de-rosa neste universo cheio de diversão e figuras peculiares. Mal sabe Coraline que regressar ao seu dia-a-dia não será uma escolha, mas sim uma batalha. Nesta aventura passada no “outro lado”, não faltam sustos para uma boa tarde em família.

Ainda não tem planos para o Dia das Bruxas? Descubra 8 filmes de terror para todas as idades

Frankenweenie (2012)

Partindo da obra Frankenstein de Mary Shelley, surge Frankenweenie, uma versão do clássico protagonizada pelo melhor amigo do Homem. Victor não consegue lidar com a repentina morte do seu único companheiro, o cão Sparky. Inspirado pela atmosfera sombria de uma noite de lua cheia, o rapaz decide trazer o animal de volta, através do poder da eletricidade. Totalmente animado a preto e branco, Frankenweenie combina o melhor do stop-motion com o estilo característico do realizador Tim Burton. Vale a pena conhecer este duo improvável!

... e graúdos

Halloween (1978)

Halloween de John Carpenter é uma longa-metragem do final dos anos 70, que continua a ser recordada como uma das mais emblemáticas histórias de terror de todos os tempos. Encabeçado pela atriz norte-americana Jamie Lee Curtis, o filme remonta à estreia do assassino em série Michael Myers no grande ecrã. Nunca é tarde para acompanhar este confronto entre inimigos mortais, composto, até ao momento, por mais de uma dezena de sequelas.

Ainda não tem planos para o Dia das Bruxas? Descubra 8 filmes de terror para todas as idades

Gritos (1996)

Gritos devolve o brilho aos filmes slasher da década de 90. Depois de tantos anos a ouvir as mesmas histórias, Wes Craven decide brincar com as falhas do género, inaugurando um terror mais autocrítico. Quando o telefone toca, Sidney Prescott (Neve Campbell) atende e ouve-se uma pergunta de arrepiar - “qual é o teu filme de terror favorito?”. Assim começam os jogos mortais, com quase tantos suspeitos como vítimas. Repleto de suspense até ao último minuto, (re)descobrir Gritos é uma aventura que nunca passa de moda.

Midsommar (2019)

As obras de Ari Aster têm vindo a destacar-se no universo cinematográfico. Midsommar é a segunda longa-metragem do realizador e o seu primeiro contacto com o folk horror. A ação desenrola-se na comunidade isolada de Hälsingland, durante um festival de meio do verão. Eis o cenário para um grupo de turistas se deixar encantar pelas estranhas tradições dos locais, cada vez mais próximas do culto. Curiosamente, Midsommar foi escrito enquanto Ari Aster passava por uma separação amorosa e tal desgosto não podia ser mais evidente. Quem disse que o terror não podia ter as cores do verão?

Ainda não tem planos para o Dia das Bruxas? Descubra 8 filmes de terror para todas as idades

Malignant (2021)

Para acabar em beleza, segue-se uma recomendação recente. James Wan descreveu Malignant como uma carta de amor aos filmes terror de baixo orçamento dos anos 80. Depois de muito tempo a sonhar com a homenagem, o seu desejo concretizou-se em 2021. Malignant foca-se no quotidiano de Madison Lake (Annabelle Wallis), atormentada por terríveis visões de assassinatos. Recorrendo aos maiores clichés do horror, o mistério aponta para um bem guardado segredo de família, capaz de transcender qualquer imaginação macabra.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.