A magnólia é uma pequena árvore de folha caduca que se enche de flor ainda antes da folha nascer. A quantidade de flores produzidas pode ser de tal ordem que proporciona uma beleza rara. Existem muitas variedades diferentes de magnólia, sendo a Magnolia x soulangeana o híbrido mais comum nos jardins em Portugal e em muitos outros países de clima temperado. A ascendência híbrida é o resultado do cruzamento das espécies Magnolia denudata e Magnolia liliiflora. As flores que eclodem a partir do final de fevereiro são grandes, em tons de branco e rosa, têm forma de cálice e são perfumadas. As outras magnólias de folha caduca e com características semelhantes produzem flores de cores e formas diferentes, desde branco a lilás.

Plantação

As magnólias são plantas que preferem pH ligeiramente ácido. Para tal deve ter o cuidado de utilizar substrato especial para plantas acidófilas aquando da plantação. Os terrenos deverão ser férteis, ricos em matéria orgânica e com boa drenagem.

Utilização

Dado que a altura total raramente ultrapassa os seis metros, é uma árvore indicada para jardins pequenos. Pode ser plantada ao sol ou em meia sombra e ser conduzida em forma de grande arbusto revestido desde a base. Se não tiver jardim, mas se tem um bom terraço, também é possível manter uma magnólia em vaso.

Manutenção

Como todas as plantas acidófilas, é muito importante adubar pelo menos duas vezes por ano com fertilizantes específicos que ajudam a diminuir o pH do solo. Deste modo conseguirá garantir florações mais abundantes, folhagem mais verde e densa e plantas muito mais saudáveis. As suas raízes são superficiais e delicadas, exigindo maior atenção à rega nos meses quentes. Deve-se manter o solo húmido sem encharcar. A poda de formação deve ser ligeira e realizada no fim da primavera para não prejudicar a floração do ano seguinte.

Ficha técnica

Nome: Magnolia x soulangeana

Particularidade: São pequenas árvores que florescem abundantemente no fim do inverno e no início da primavera.

Local de plantação: Sol ou meia sombra

Solo: Pede para adicionar substrato especial para plantas acidófilas na cova da plantação e garantir que o terreno tem boa drenagem.

Rega: Deve ser regular mantendo o substrato húmido mas sem encharcar.

Utilização: É ideal para pequenos jardins. Pode ser mantida em vaso.

Texto: Tiago Veloso

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.