Esta é uma forma muito simples de reutilizar os seus resíduos verdes da cozinha e de ter, simultâneamente, um excelente fertilizante natural gratuito e amigo do ambiente. Realizar compostagem doméstica reduz cerca de 50% a quantidade de lixo que é deitada fora por cada família. Pode, por isso, começar a fazer em casa a sua compostagem caseira. Para isso, só tem de ter o cuidado de dispor as camadas, alternando os verdes com os castanhos, ficando sempre por cima uma camada mais escura.

O composto deve ser revirado uma a duas vezes por semana. Quando adicionado ao substrato ou à terra de cultivo, aumenta a capacidade de retenção de água, bem como a disponibilidade da mesma para a plantas. Entre os resíduos verdes que pode colocar na pilha ou no recipiente de compostagem, incluem-se restos de vegetais e de frutas, cascas de ovo, grãos, café e chá, restos de relva, restos de podas verdes. Não deve incluir na pilha de compostagem óleos e gorduras.

E se, em vez de mandar as cascas de ovo para o lixo, as usasse para fertilizar as suas plantas?
E se, em vez de mandar as cascas de ovo para o lixo, as usasse para fertilizar as suas plantas?
Ver artigo

Os laticínios, a carne e o peixe, tal como os alimentos cozinhados e temperados, também estão excluídos. Entre os resíduos castanhos que pode utilizar, estão as folhas e os ramos secos, que devem ser triturados se forem muito grossos, assim como a estilha de madeira, a serradura e ainda agulhas dos pinheiros. Para poder começar a produzir composto em casa, necessita de um recipiente furado, de resíduos verdes, de resíduos castanhos, de um pulverizador e ainda de uma pá. É muito fácil. Pegue num recipiente furado com tampa. Coloque a primeira camada de resíduos castanhos no fundo do compostor. Em seguida, coloque uma camada de resíduos verdes.

Se a pilha de compostagem começar a ficar muito seca, pode juntar um pouco de água aos resíduos para garantir a humidade necessária para a decomposição. Deve ter o cuidado de revirar o composto uma a duas vezes por semana. O composto deverá estar pronto entre quatro e seis meses, se forem realizadas as operações de arejamento recomendadas. O produto final, a usar para fertilizar as culturas, deverá apresentar uma textura homogénea, uma cor acastanhada e cheirar a terra húmida.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.