A buganvília é uma planta trepadeira que em Portugal se comporta como uma planta caduca ou semi-caduca, apesar disto, apresenta florações abundantes desde o início da primavera até ao fim do verão quase ininterruptamente, e por isso é uma planta muito atrativa para os nossos jardins.

Localização
Em primeiro lugar é essencial escolher um local com sol, preferencialmente virado a sul onde a planta tenha espaço para crescer, e escolher um local junto a um muro ou a uma parede onde ela possa trepar. Coloque a planta na terra pois é mais difícil de se desenvolverem em vaso.

Rega e adubação
Após estar estabelecida a planta terá menos exigências de água de rega e de adubo – a rega diária será assim de evitar! Deve assim regá-las pouco, e só regar enquanto floresce. As regas devem ser sempre efectuadas quando estiver menos calor, isto é, início da manhã ou fim da tarde, nunca ao meio dia.
Outro ponto a ter em conta é reduzir a adubação. Se adubarmos muito, ela irá ter mais vigor e produzirá ramos ladrões, estes não dão flores, além disso, devemos escolher uma adubação pobre em Azoto, mais rica em Fósforo e medianamente em Potássio, de modo a não produzir excesso de folhagem!

Poda
É também importante ter em conta que as buganvílias necessitam de uma poda anual que deverá ser realizada no final de fevereiro. Poderão podar-se também todos os ramos que se encontram na vertical ou, em alternativa, colocá-los na horizontal, para tal poderá simplesmente atar os ramos com arames.
A buganvília possui espinhos compridos no seu caule, e portanto é necessário ter muito cuidado no seu manuseamento e poda e deverão também usar-se luvas.

Vera Ferreira
Eng. Agrónoma
Vislumbrar Aromas Lda

Vislumbrar Aromas Lda

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.