Das bromélias que podemos ter nos nossos vasos e canteiros, as billbergias são das mais fáceis de cuidar. De um modo geral, são extremamente resistentes, pelo que são indicadas para os jardins e terraços de Portugal, como recomendam muitos jardineiros profissionais. Aprenda a cuidar desta planta, presente em diversos jardins públicos do nosso país. E, por que não, também na sua varanda? É mais fácil do que, se calhar, está a pensar!

As folhas, coriáceas, marginadas por minúsculos espinhos, formam uma urna profunda de onde, como é regra nesta família botânica, emerge a haste floral pendente, de brácteas coloridas e flores de beleza singela. Infelizmente, esta espécie tem uma floração de muito curta duração, rondando os 7 a 10 dias desde o seu início até a haste floral murchar. Quando isto acontecer, deve cortá-la de forma a preservar a planta em boas condições estéticas.

Quando o exemplar que floriu começar a degradar-se, deve ser cortado, dando espaço aos rebentos que entretanto terá produzido. A água do interior da planta tem tendência a ficar suja pelo que, periodicamente, deve ser abundantemente regada para o interior da urna, de modo a que a água se vá renovando. Experimente plantar vários pés em vasos suspensos ao nível dos olhos e poderá tirar todo o partido da exótica beleza destas flores.

Billbergias para jardins e varandas. Fáceis de cuidar e com uma beleza exótica

Texto: Jorge Freixial

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.