É uma escolha pensada ou não, ou um impulso, o que se partilha nas redes ditas "sociais". E inúmeras são as intenções. É certo que se for uma foto pessoal ou uma foto/montagem de algo bonito e maravilhoso, a massa inteira vai ver e opinar e tudo e tudo e tudo, mas se for algo mais profundo ou nú e crú sobre a verdade do que se passa no mundo ou algo bem simples que estimule mudança individual no dia a dia, ou algo que nos mostre, como uma "chapada" bruta ou um murro no estômago, a nossa responsabilidade em fazer a diferença em tudo o que julgamos e nos incomoda, ninguém vê. Assim é aqui e assim é na vida.

O mundo está demasiado distraído a destruir-se, demasiado cansado para olhar e ver, demasiado morto para estar vivo e agir em originalidade e criatividade.

Metade do mundo ainda não sabe o que é a Monsanto ou outras tais, mas saberá de certo o nome do dito "guru" que está na moda, seja de roupa, imagem, teoria ou dita "espiritualidade". Mais de metade do mundo está com medo do terrorismo, mas ignora por completo aceitando como "normal" e aceitável o terrorismo atroz à Terra Mãe, com a sua violação, exploração e extermínio há muito, entre o solo, animais, árvores e humanos bem vivos e acordados, como as nossas tribos, as nossas crianças e outros.

Mais de metade do mundo não sabe o que se passa com as privatizações da água, mares, da terra, da energia ou com a violação constante do ar, mas todos sabem o que se passa na vida dita "social" alheia.

Mais de metade do mundo ainda acredita que os animais foram criados apenas para nos alimentarem, e não fazem "puto de ideia" do que andam a comprar e a comer ou da realidade agropecuária, ou algo sobre o conceito genuíno de respeito e gratidão pela abundância.

Mais de metade do mundo não vive, não brinca, não ensina e não está com os seus filhos, pois o normal e "necessário" é trabalhar para ganhar dinheiro e dar-lhes tudo o que precisarem. Poderia continuar a dar infinitos exemplos deste transe mórbido humano destrutivo.

Mais de metade do mundo não sabe de si mesmo.

Mais de metade do mundo vive de medo, seja disto ou aquilo, medo de tudo que lhe incutirem como algo a temer. E assim temos um mundo que pulsa de Vida povoado por seres Mortos, que não conseguem fazer mais do que apontar, temer e permanecer cópias uns dos outros, sem responsabilidade pessoal, sem vida criativa e activa.

A grande massa da humanidade projecta medo para tudo e todos e não faz ideia desta sua tão importante responsabilidade para com tudo e todos, que tudo pode mudar.

Escolhas e consequências e tudo está certo. Assim é. Certo é que se tudo assim se mantiver este é o justo retorno. Responsabilidade de todos nós.

Tenho fé na minoria da humanidade e nas suas sementes, frutos e filhos, principalmente naquela remota maioria "off" de tudo isto, que ninguém vê, e tão "ON" estão e são com tudo o que é Vida, AMOR e tudo o que É. Fazem a diferença a cada simples e "pequeno" gesto sincero, genuíno e criativo em Amor e Verdade no seu dia a dia.  Cada vez mais e MAIS, MAIS AÍ.

Poderia escrever muito mais, colocar aqui inúmeras fotos ou vídeos, para ilustrar tudo isto, mas não, não me apetece. É preciso fomentar "o pescar" e não "dar o peixe".
"A genuína originalidade de cada um de nós é precisa para compor a melodia na Terra." Nádia NadZka

Sobre a autora:

Nádia Nadzka

MULHER Apaixonada pela Vida. Viajou pelo mundo do teatro, música, dança, moda, design e ilustração, grandes Paixões que nunca abandonou, foi aprendendo a simplificar e a fundir ao longo da vida com outras paixões que foi descobrindo. Aluna atenta da Vida e dos seus “mestres”, familia e amigos. Eterna estudante da ancestralidade, estuda, pratica e vive a Arte Xamanica - a humildade, a criatividade, o respeito e Amor pela Terra e tudo o que tem Vida, estuda os Astros, a Natureza, o Infinito Universo e a forma como tudo isso nos influencia, estuda a Natureza humana, desafiando-se e desafiando cada um a olhar-se e a acordar-se. Há cerca de 10 anos que se dedica a criar momentos, experiencias, vivencias que despertem A Vida que existe em cada SER. Dá consultas sobre todos estes temas de forma a ajudar ao Reencontro pessoal. Dança, canta e toca nas noites lua cheia, em cada mudança de estação e sempre que pode dá voz à celebração, gratidão e União com a Natureza e toda a sua história e sabedoria. Escreve e desenha sobre estes temas. É artesã na Vida e da Vida.  O que a move? Amar, Criando. Honrar A Vida.

"A genuína originalidade de cada um de nós é precisa para compor a melodia na Terra." Nádia NadZka

https://www.facebook.com/NadZka-1422476438012313/?fref=ts

www.nadzka.weebly.com

nadia.nadzka@gmail.com

Consultas . Vivências . Retiros . Som . Escrita . Artesanato . VIDA

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.