Um velho carpinteiro que construía casas estava pronto para se reformar.
Informou o chefe do seu desejo de sair da indústria de construção e passar
mais tempo com a sua família. Ainda disse que sentiria falta do salário, mas
realmente queria aposentar-se.

A empresa não seria muito afectada pela saída do carpinteiro, mas o chefe
estava triste por ver um bom funcionário partir e pediu ao carpinteiro para
trabalhar em mais um projecto como um favor.

O carpinteiro não gostou mas acabou concordando. E foi fácil ver que ele não
estava entusiasmado com a ideia.

Assim prosseguiu fazendo um trabalho de segunda qualidade e usando materiais
inadequados. Foi uma maneira negativa dele terminar a sua carreira.

Quando o carpinteiro acabou, o seu chefe veio fazer a inspecção da casa
construída. Deu a chave ao carpinteiro e disse: "Essa é a sua casa. Ela é o
meu presente para si."

O carpinteiro ficou muito surpreso. Que pena! Se ele soubesse que estava
construindo a sua própria casa, teria feito tudo diferente.

O mesmo acontece connosco. Nós construímos a nossa vida, um dia de cada vez e
muitas vezes fazendo menos que o melhor possível na construção.

Depois, com surpresa, descobrimos que precisamos viver na casa que
construímos. Se pudéssemos fazer tudo de novo, faríamos tudo diferente.
Mas não podemos voltar atrás.

Você é o carpinteiro. Todo dia martela pregos, ajusta tábuas e constrói
paredes.

Já alguém disse que "A vida é um projecto que você mesmo constrói". As suas
atitudes e escolhas de hoje estão a construir a "casa" em que vai morar
amanhã.

Construa com sabedoria! E lembre-se:
Trabalhe como se não precisasse do dinheiro.
Ame como se nunca se tivesse magoado antes.
Dance como se ninguém estivesse a olhar.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.