Refiro-me à expressão social, à estética e à harmonia que são caras ao indivíduo, falo de Vénus que se empenha em agradar, se bem todos tenhamos uma Vénus, esta será caracterizada e individualizada pelo signo, a casa que rege, as suas condições de residência, padrões que forma com outros planetas etc.

Há pessoas que parecem ter nascido com a chamada the right attitude, destacam-se pelo brilho, pela harmonia e graça que emanam, pela sociabilidade que naturalmente as torna nas mais populares. Se pudéssemos verificar o horóscopo destas pessoas iríamos encontrar uma Vénus de alguma forma destacada seja pela Angularidade, talvez aumentada por um outro contacto forte do Sol, de Júpiter, activada por Úrano ou mesmo potencializada por Plutão. A necessidade de expressão da Vénus, iluminada, aumentada e espicaçada a saltar à vista de todos.

Ao passo que se o contacto for de Saturno, poderemos assistir a um retraimento a uma defesa por receio de não ser aceite, a uma necessidade de estrutura que lhe pode retirar a espontaneidade, a uma repressão dos valores estéticos em prol dos concretos e ditos sérios, o receio que leva ao abandono numa tentativa de defesa antecipada de possíveis desilusões, um atraso no amadurecimento dos reais valores Venuzianos. Até entender que não é a retracção mas a construção harmoniosa que está a ser pedida, como se pede a um arquitecto que crie uma estrutura sem descurar a estética.

Veja a continuação do artigo na próxima página.

Ao longo dos anos, em realidades diferentes, todos iremos experimentar diferentes necessidades dessa expressão, épocas reflectidas no horóscopo através dos contactos que se vão formando (trânsitos, progressões e arcos solares) com a sua Vénus. Quem prestar atenção ás diferentes manifestações irá notar que durante aquele período andou mais sociável, ou mesmo viveu uma paixão diferente ou mesmo que mudou o seu figurino durante certo período da vida e que embora já sendo adulto, o fez com um quê de rebeldia, típica de adolescente. A ter em conta qual o planeta que vem provocar a alteração e modificação.

Claro que a estas diferenças de atitude irão ser relacionados determinados acontecimentos ou pessoas que cruzaram o nosso caminho então, como marcos a assinalar estes períodos. No entanto é necessário que tenhamos consciência, que os acontecimentos e as pessoas aconteceram porque nós nos propusemos a viver aquela situação ou relação mesmo que inconscientemente. Ela aconteceu por causa da nossa atitude algo alterada, o que começa de dentro para fora. Mesmo quando a vida continua e aquele efeito fica para trás, ficámos a conhecer um pouquinho mais de nós e se fizermos um rewind de como nos sentimos, será concerteza uma mais valia para a construção constante da nossa atitude ideal e conhecimento de nós mesmos.

Ana Cristina Corrêa Mendes

http://espelhodevida.blogspot.com

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.