Este ano, o início do ano astrológico veio acompanhado de uma grande agitação, face às mudanças que o mundo agora enfrenta. Um mês depois, é chegado o momento de o Sol iluminar a constelação de Touro, ganhando uma energia diferente. Aquilo que, com o Sol em Carneiro, era impulsividade e incerteza, ganha agora, com o Sol em Touro, uma energia mais caraterizada pela ponderação e pela prudência. Afinal de contas, o segundo signo do zodíaco é famoso por levar tempo a reagir, avançando apenas quando está seguro.

Quando o Sol está em Touro todos nós somos influenciados por esta energia, optando pelas escolhas que nos parecem ser mais seguras. Touro é um signo que tem uma grande necessidade de estabilidade, escolhendo sempre aquilo que é mais familiar e confortável. Um dos pontos fracos deste signo é a tendência para a preguiça, o que também nos pode influenciar, deixando-nos mais passivos. Uma vez que tudo tem o seu reverso, a passividade vem acompanhada da paciência, algo que pode ajudar-nos, agora, a lidar com as circunstâncias com que temos de lidar.

O período em que o Sol atravessa Touro, que se estende de 19 de abril a 20 de maio, vem este ano acompanhado de alguns acontecimentos cósmicos importantes, destacando-se o facto de haver vários planetas em movimento retrógrado.

Já há algum tempo que não tínhamos planetas retrógrados, o que representava uma energia dirigida para a frente, para o avanço constante. Na verdade, a Humanidade tem sido confrontada com acontecimentos rápidos, aos quais tem sido necessário fazer frente sem hesitar e, muitas vezes, sem ter tempo para ponderar sobre a direção a tomar. Com a entrada do Sol em Touro e a retrogradação planetária, contudo, a energia começa a mudar, apelando mais à calma e à reflexão, como forma de preservar a estabilidade.

Quando o Sol deixar o signo Touro, este ano a 20 de maio, teremos quatro planetas retrógrados pedindo-nos uma atitude de maior reflexão antes de podermos voltar a avançar.

O primeiro planeta a ficar retrógrado durante este período será Plutão, logo no dia 24 de abril. No dia 10 de maio Saturno fica retrógrado, a 12 é a vez de Vénus e no dia 14 é Júpiter que fica retrógrado. Uma vez que as datas em que os planetas ficam e deixam de ficar retrógrados são sempre períodos nos quais esta influência é mais fortemente sentida, estas serão quatro datas a ter em conta, pois poderá haver acontecimentos importantes nestes dias.

Outro acontecimento astrológico importante é a Lua Nova em Touro, logo no dia 22 de abril, que pode trazer-nos alguns desafios, ajudando-nos, no entanto, a alargar a nossa visão, permitindo-nos encontrar novas formas de trazer estabilidade para as nossas vidas. As Luas Novas marcam sempre o início de um novo ciclo, sendo por isso particularmente favoráveis para adotar novos hábitos e para ganhar uma perspetiva diferente sobre as situações.

É tempo, aquando da Lua Nova em Touro, de definir aquilo que desejamos que seja a base da nossa (nova) vida, nesta adaptação a que todos estamos a ser sujeitos. Teremos de abdicar de alguns aspetos que tínhamos por certo - e Touro, sendo o signo mais apegado aos seus pertences, não aceita facilmente abdicar seja do que for, fazendo com que nos possamos sentir tensos, angustiados, frustrados. A Lua Nova é sempre, por excelência, o melhor período do mês para definirmos intenções, expressando com clareza ao Universo aquilo que desejamos.

O que iniciar neste período poderá florescer em força na Lua Cheia, a 7 de maio, ainda para mais sendo esta uma Lua Cheia em Escorpião, que é sempre poderosa e transformadora. A nossa intuição e a capacidade de comunicar com o plano espiritual serão enfatizados no período da Lua Cheia em Escorpião, o que irá ajudar-nos a vislumbrar o caminho que devemos seguir. Por isso, aproveite e plante na Lua Nova e plante já as sementes, figuradas, que deseja ver crescer: que mudanças quer ver na sua vida? O que está ao seu alcance fazer, neste momento, para que elas aconteçam?

A Lua Cheia em Escorpião, a 7 de maio, pode trazer de volta à sua vida assuntos que estavam em destaque no período em que o Sol atravessava este signo, em outubro-novembro de 2019. Podem surgir de novo assuntos que foram tratados nesta altura, e que lhe oferecem agora a oportunidade de os esclarecer e libertar. Esta Lua Cheia é também especialmente favorável para desintoxicar, sendo um período propício para adquirir novos hábitos de vida, mais saudáveis, e para deixar para trás o que não lhe faz bem, tanto a nível de saúde como do seu bem-estar psicológico.

Outra data que será especialmente significativa enquanto o Sol está em Touro será a conjunção do Sol com Úrano, que acontece a 26 de abril e que pode trazer informações muito importantes a respeito das mudanças drásticas que temos vindo a ter que fazer - afinal de contas, Úrano é o senhor da mudança, esta palavra que se tornou mais presente do que nunca nas nossas vidas.

A energia de Touro floresce em contacto com a Natureza: se, no lugar onde vive, tiver a possibilidade de fazer um passeio no campo, apenas a sós com a Natureza, será mais fácil reencontrar o seu equilíbrio e recuperar a sua energia. Mesmo que isso não seja possível para si, de momento, este mês tem uma forte carga energética ligada à espiritualidade e, como tal, é mais fácil entrar em sintonia com a energia cósmica universal, reencontrando o equilíbrio e a paz.

Siga os princípios que ajudam, normalmente, os nativos de Touro a manter a estabilidade: cumpra rotinas, mantenha-se dentro daquilo que é confortável para si, descanse o máximo que puder, alimente-se bem e, de vez em quando, permita-se um mimo. Ao procurar proporcionar conforto a si próprio e aos seus torna-se, se não mais fácil, pelo menos, menos difícil enfrentar as contrariedades.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.